Dicas financeiras atualizadas

Cartão roubado ou perdido: veja o que deve ser feito agora

Se você teve seu cartão roubado, mantenha a calma e evite problemas com as orientações deste artigo. Confira aqui o que fazer.

Segundo pesquisa feita pelo portal Isto é dinheiro, 227 mil cartões de crédito estão no mercado da dark web ao preço de US$6,54 cada. Isso quer dizer que muitas pessoas já passaram pela perda ou roubo de cartão. Mas, o que fazer ao ter um cartão roubado?

- Publicidade -

A regra básica em caso de roubo, perda ou furto é comunicar a administradora do cartão e solicitar o bloqueio ou cancelamento. Para se prevenir de mais problemas, anote o número de protocolo de atendimento e peça o envio do comprovante de bloqueio

Em seguida, vá até uma Delegacia de Polícia e faça um Boletim de Ocorrência. Vale destacar que o processo só poderá ser online nos casos de furto. Além disso, a maioria dos bancos oferecem um seguro contra perda ou roubo do cartão. Sendo assim, a instituição deve arcar com qualquer despesa feita por terceiros.

Se você teve seu cartão roubado, mantenha a calma e evite problemas com as orientações deste artigo. Confira aqui o que fazer!
Se você teve seu cartão roubado, mantenha a calma e evite problemas com as orientações deste artigo. Confira aqui o que fazer – arquivo.

O cartão roubado ou cartão clonado? Entende as diferenças

- Publicidade -

Enquanto o cartão roubado é mais fácil de perceber, já que o cartão físico some, ou seja, o item é lavado por alguém. Mas, isso não ocorre com o cartão clonado. Uma vez que, neste caso, roubam-se somente os dados técnicos, ou seja, o nome, número e código de segurança.

Deste modo, a descoberta pode não ser imediata, já que se trata de um problema técnico. Assim, ao tomar conhecimento da clonagem, o dono do cartão deverá seguir as mesmas orientações dos casos de roubo, furto ou perda.

Vale destacar que nesse caso, é de obrigação da administradora fazer uma investigação e explicar ao cliente sobre o fato. Isso porque a clonagem se trata de uma falha do serviço de operadora do cartão, sendo de responsabilidade dela os danos causados.

Veja também: Cartão de crédito para negativado: consignado Cetelem é opção

- Publicidade -

No entanto, caso a operadora aja diferente e não se responsabilize, o consumidor poderá acionar o Procon. Isso também vale para compras online que o dono do cartão não fez ou não se recorda, mesmo que não tenha o cartão roubado.

Em outras palavras, caso o consumidor receba compras na fatura quem não sabe da procedência, deverá entrar em contato com a administradora e pedir esclarecimentos, uma vez que ela deverá investigar possíveis compras fraudadas.

Para se prevenir de problemas, evite sair de casa levando o cartão e a senha junto e lembre-se de trocar a senha automática que a administradora envia com o cartão. Por fim, evite usar data de aniversário ou numerações óbvias como senha.

Veja também: Pagar o valor mínimo do cartão ou parcelar a fatura? Veja o que compensa mais

- Publicidade -

Comentários estão fechados.