Dicas financeiras atualizadas

Empréstimo na conta de luz. Veja como funciona o empréstimo na conta de energia elétrica!

Empréstimo na conta de luz existe desde 2019 e pode ajudar quem precisa imediatamente de dinheiro. Saiba mais!

Desde 2019, é possível realizar um empréstimo com débito em uma conta de consumo, não somente de luz, mas a possibilidade abrange diversos serviços básicos de uma residência fixa.

O empréstimo em conta de luz é uma solução rápida para quem precisa imediatamente de dinheiro, isso por que a pessoa que escolhe essa modalidade paga suas parcelas de empréstimo todos os meses por meio da fatura de sua conta, em desconto da fatura da luz.

Ou seja, não há necessidade de boletos, cheques, consignação na folha de pagamento ou o envolvimento de sua conta bancária, apesar de ser obrigatório possuir uma conta no banco.

Quem pode contratar o empréstimo na conta de luz?

Existem algumas condições para pedir o empréstimo, entre elas:

• Ter mais de 21 anos e menos de 79 anos;
• Estar com as contas de consumo básico em dia;
• Possuir uma conta bancária em seu nome.

Pessoas que estão com contas atrasadas podem solicitar o empréstimo, entretanto, será necessário regularizar a situação.

Essa novidade de crédito está disponível para titulares de uma conta de luz das seguintes regiões:

• São Paulo (SP);
• Ceará (CE);
• Rio de Janeiro (RJ);
• Rio Grande do Sul (RS).

Também para as cidades:
• Embu das Artes;
• Itapevi;
• Juquitiba;
• Osasco;
• Mauá;
• São Bernardo do Campo;
• São Lourenço da Serra;
• São Caetano do Sul;
• Ribeirão Pires;
• Barueri (SP);
• Pirapora do Bom Jesus;
• Cajamar;
• Cotia;
• Diadema;
• Santo André;
• Taboão da Serra;
• Vargem Grande Paulista;
Todos municípios de São Paulo.

Demais regiões precisarão de uma conta bancária cujo titular seja ele mesmo. Outros estados pretendem disponibilizar não só a modalidade de empréstimo na conta de luz, mas incluir faturas por telefone e conta de água.

Clientes com troca de titularidade, ou unidade consumidora sem fornecimento de energia não podem obter o empréstimo vinculado à luz. Se você já possui alguma conta com empréstimo vinculada ao seu CPF, não será capaz de contratar o serviço.

Como funciona o pagamento do empréstimo?

Vamos supor que o usuário gaste R$120 de luz e fez um empréstimo que totalizou R$1.000 (com taxas e juros já inclusos). O pagamento será feito 10 vezes, com parcelas de cem reais ao mês.

Por tanto, a conta de energia elétrica custará R$240, a metade do consumo comum da casa e outra parte referente a parcela do valor emprestado.

Como fazer o empréstimo?

Antes de tudo, tenha em mão alguns documentos, seus dados serão solicitados e serão consultados na hora de contratar um empréstimo descontado na conta de luz.

Serão necessários:

• RG;
• CPF;
• Comprovante bancário (a conta precisa estar ativa);
• Carteira de Trabalho (CTPS);
• Comprovante de residência de até dois meses.

Tendo tais documentos separados, faça o cadastro online pelo site de sua escolha, podemos citar Crefaz, Piki e FananZero como os mais populares para formalizar o processo de contrato de empréstimo.
Preencha com cuidado e verifique todos os dados, o perfil solicitante será analisado e se o crédito for acatado, em até 24 horas, o cliente poderá receber o dinheiro emprestado na banca bancária.

Qual a taxa de juros?

A taxa de juros será calculada em acordo com o perfil do crédito. Mesmo quem  estiver com o nome sujo ou score baixo, poderá conseguir o empréstimo pela conta de luz.

Não há um prazo específico para pagamento, pois o número de prestações pode se alterar conforme o Órgão Empregador, entretanto, varia entre 6 e 72 meses para crédito e até 18 meses para empréstimos com débito.

Onde realizar o empréstimo?

É essencial entrar em contato com empresas financeiras que oferecem esse serviço em especial, e que são especializadas em levar o usuário até o empréstimo.

Normalmente essas empresas são parceiras de concessionárias que fornecem energia elétrica para alguns lugares do país, por exemplo:
• CPLF;
• Celesc;
• Enel.

Veja Também: Empréstimo para negativado 2021 – 4 ótimas opções

Vale à pena fazer empréstimo na conta de luz?

Antes de fechar o negócio, atente-se quais tarifas serão cobradas e se são positivas ou negativas para seu saldo atual.

Os juros são mais atrativos que os oferecidos por empréstimo pessoal, rotativo de cartão de cartão de crédito e cheque especial, é um fato, apesar disso, é de extrema importância calcular corretamente se as parcelas cabem no seu bolso e se não se tornarão um futuro problema a suas finanças pessoais.

A maior vantagem que se pode obter é se o valor não ultrapassar R$3.000 reais, é liberado praticamente instantaneamente em sua conta bancária.

É indispensável lembrar que, durante certo período, sua conta de consumo ficará muito mais alta do que de costume e você não terá como reverter essa dívida.

Comentários estão fechados.