FGTS como Garantia para Empréstimo

Fazer empréstimos é fundamental para pessoas que precisam de valores para pagar uma dívida que pode se tornar um grande problema no futuro. Ter o FGTS como garantia para empréstimo, como estão propondo alguns especialistas, é uma ótima novidade, visto que o valor acaba por vezes nem sendo sacado logo.

Por vezes, as pessoas precisam de empréstimo para questões de vida ou morte e mesmo assim não conseguem o valor. Afinal, muitas vezes você precisa pagar por uma cirurgia ou por remédios que não estão disponíveis no SUS, ou que possuem uma longa fila de espera, que talvez você ou um familiar não consiga aguardar. Por isso, quanto mais formas de empréstimo melhor é para nossa sociedade.

Tendo o FGTS como garantia para empréstimo é possível que muitas taxas sejam reduzidas, pois em teoria elas são elevadas devido ao perigo que os bancos correm de não receber os valores de volta. Mas, tendo um valor como garantia em caso de inadimplência, eles não teriam esse argumento para elevar juros ou taxas.

FGTS como garantia para empréstimo

Saibam que o Conselho Curador do FGTS, que possui um fundo bilionário de dinheiro armazenado de recursos do trabalhador. Deu permissão para que bancos possam antecipar empréstimos para trabalhadores que optam pela modalidade de saque aniversário. Que foi uma novidade interessante, lançada a não muito tempo.

O que mais chama atenção é que o saldo poderá ser dado como garantia, e não somente o valor anual da retirada, permitindo que maiores valores sejam pegos como empréstimos. Semelhante ao processo que já acontece com a restituição do Imposto de Renda.

Como sabemos, a opção saque aniversário foi criada recentemente, e permite a retirada uma vez ao ano de valores de contas ativas e inativas de parte do seu FGTS. Só é possível realizar a retirada no mês de aniversário do titular da conta, e somente é válido para pessoas que optaram por não receber parte do que tem direito caso sejam demitidas sem justa causa.

O processo de empréstimo vai ser simples, em vez de aguardar o momento exato para poder retirar o valor, você vai poder usar todo o seu saldo disponível no seu Fundo de Garantia do Tempo de Serviço para pegar empréstimos nos bancos.

Assim, o FGTS como garantia para empréstimo poderá se tornar um dos modelos de empréstimos mais utilizados entre os trabalhadores. Visto, que deve ter excelentes taxas de juros, além de ser possivelmente fácil de se conseguir obtê-lo.

O projeto está começando a ser posto em prática

Basicamente a regulamentação para esse projeto se tornar realidade, já havia sido aprovada pelo conselho no final de abril do ano passado. Contudo, era necessário que ela fosse chancelada pelo conselho para vir à tona.

Agora a Caixa Econômica Federal, que é responsável pelo FGTS, terá em torno de um mês para organizar esse mercado de empréstimos, e também os valores. É possível que tenha sido esperado até agora, pois antes a Caixa já estava bastante ocupada com o pagamento do auxílio emergencial.

O banco deverá definir quais as regras e os procedimentos que devem ser tomados para que outras instituições financeiras possam oferecer esse empréstimo com a garantia do FGTS. Existe a possibilidade, visto que eles são responsáveis pelo FGTS, de que a própria Caixa também ofereça esse tipo de empréstimo.

Como esse tipo de empréstimo vai ser bem seguro para os bancos e financeiras, é provável que muitos corram atrás de por essa opção à disposição dos clientes. Nesse caso, os bancos também terão 30 dias para que comecem a operar utilizando essas linhas de crédito. Então, é assim que funciona o FGTS como garantia para empréstimo.

Consequências da inadimplência e melhores taxas para empréstimo

Essa medida já vinha sendo planejada antes mesmo da situação da pandemia do Covid-19. Contudo, como muito tempo foi necessário para tratar do auxílio emergencial, o projeto havia sido deixado um pouco de lado.

Mas, agora com ela pronta, devem ser liberados cerca de R$ 100 bilhões em recebíveis de crédito. Que devem ser os responsáveis por lastrear os empréstimos nos próximos 4 anos. Dando uma maior facilidade para os clientes, e mais segurança aos bancos.

Então, como os riscos de os bancos perderem dinheiro nesses procedimentos é de quase zero é esperado pelo governo de que as taxas e juros cobrados sejam mais baixas. Visto, que haverá uma maior garantia de pagamento.

Enquanto não houver problemas o dinheiro vai ficar na conta do trabalhador, e só deve ser destinado a instituição financeira credora no caso de haver inadimplência. Caso contrário, o valor permanecerá na conta do trabalhador para que ela possa sacar no futuro.

Esperamos que com esse texto o assunto FGTS como garantia para empréstimo, tenha sido bem esclarecido para você. E que assim, você consiga aproveitar essa nova possibilidade de empréstimo quando ela for lançada. O que não deve demorar muito.