Dicas financeiras atualizadas

Monkey Exchange – O que é e Como Funciona a Startup?

A Monkey Exchange é uma startup, que já é considerada o maior marketplace do mercado de pagamentos da América Latina, com mais de 22 bancos e instituições financeiras parceiras, e agora está oferecendo opções de pagamentos em sua plataforma.

O objetivo é ajudar as pequenas e médias empresas que ficam “presas” às empresas fornecedoras de maquininhas de cartão já presentes no mercado.

Através da fintech, as empresas poderão economizar até 70% nas suas transações e aumentar sua competitividade ou lucratividade.

Abaixo, você poderá entender melhor como funciona a Monkey Exchange, quais são os benefícios e desvantagens de sua utilização e muito mais.

O que é Monkey Exchange?

A Monkey Exchange é uma plataforma de serviços financeiros, criada em 2006 por Gustavo Muller (CEO), Bruno Oliveira (COO) e Felipe Adorno (CTO), para ser uma alternativa de crédito para as pequenas empresas que participam de cadeias de produção de grandes corporações.

Segundo sua própria definição: “Somos uma plataforma online que conecta empresas interessadas em vender os seus recebíveis/duplicatas com compradores qualificados dispostos a comprá-los”.

Entre seus principais clientes estão:

  • Fiat Chrysler;
  • Gerdau;
  • Saint-Gobain;
  • GRSA; e
  • Usiminas.

Além de mais de 55 outros grandes clientes.

Como investidores, conta com a Wayra, hub de inovação aberta da Vivo no Brasil, o fundo Corporate Venture Capital do Itaú e o fundo americano Quona.

O que a Startup faz?

A Monkey Exchance é uma plataforma para negociações de fornecedores com empresas de diversos níveis e segmentos de mercado.

Segundo a própria Monkey: “Somos a primeira plataforma online para negociação de recebíveis/duplicatas. Conectamos empresas interessadas em negociar os seus recebíveis/duplicatas com compradores qualificados dispostos a comprá-los”.

Entre diversas prestações de serviços e venda de produtos financeiros, a Monkey Exchange realiza:

  • Controle de processo;
  • Leilão reverso com vantagens;
  • White label funcional;
  • Supply chain finance; e
  • Gerenciamento do Spike, uma ferramenta que oferece aos comércios as melhores condições de antecipação das suas agendas de cartão de crédito.

Em 2020, a plataforma da startup transacionou mais de 8 bilhões de reais.  “A nossa solução já permitiu uma economia de mais de 200 milhões de reais nesses últimos três anos para as PMEs”, afirma Gustavo Müller, presidente da Monkey Exchange.

Veja Também: Banco Digital Linker Oferece Conta Para Micro E Pequenos Empreendedores

Como Funciona a Monkey Exchange?

Segundo a própria Monkey: “A partir de um sistema de leilão em tempo real, cria-se um processo competitivo entre os compradores, que possibilita que recebíveis e faturas sejam negociados diariamente com a melhor condição de preço ofertada. E tudo isso acontece em um ambiente seguro e escalável oferecido pela plataforma”.

O que você achou dessa novidade?

Se você achou que é uma boa oportunidade para micro e pequenas empresas, não deixe de compartilhar a informação com mais pessoas.

Comentários estão fechados.