Dicas financeiras atualizadas

Novo auxílio emergencial de R$300,00

Muitas especulações rondam o nosso cenário governamental, com cada político tentando defender os seus interesses a situação é bastante caótica. Não existe consenso nem entre os deputados, nem no governo sobre pagar um novo auxílio emergencial. No entanto, existe uma proposta que tem ganhado força que é de um novo auxílio emergencial de R$ 300.

A situação da sociedade brasileira não melhorou desde que o auxílio emergencial foi extinguido no fim do ano passado. Continuamos perdendo milhares de pessoas por dia para essa maldita pandemia. No entanto, uma situação que preocupa muitas pessoas é que começaremos a perder cidadãos também para a fome caso os mais pobres não sejam auxiliados.

É verdade que a nossa economia foi muito afetada pela Covid-19, por isso milhões de pessoas perderam seus empregos, uma vez que as empresas não tinham mais condições de mantê-los empregados. A saída para muitas dessas pessoas era se sustentar através do auxílio emergencial. No entanto, ele acabou em dezembro, e a nossa situação não melhorou.

Muitos políticos já perceberam que essa é a situação atual da sociedade brasileira, por isso começaram a pensar em planos para lidar com o problema. Dentre esses planos, um que vem se destacando bastante é o novo auxílio emergencial de R$ 300 que foi proposto por um deputado.

O povo brasileiro claramente necessita de recursos para lidar com a situação, então seria fundamental que o auxílio emergencial voltasse a ser pago imediatamente. No entanto, como o governo federal fica afirmando que não possui recursos, acabará cabendo a Câmara dos Deputados dar um jeito na situação.

Leia também:

Como pedir cartão Nubank? Sabia que existe opção para negativado?

Cartão de crédito para negativado

Um novo auxílio emergencial de R$ 300

Em 2020, o auxílio emergencial foi utilizado para auxiliar milhares de famílias que estavam sofrendo com o desemprego gerado pelo cenário da pandemia de Covid-19. O auxílio se encerrou no fim do ano de 2020, e desde então existe uma discussão sobre estender o benefício por mais alguns meses.

Existem algumas propostas em tramitação na Câmara dos Deputados, mas a mais relevante é o Projeto de Lei 202/21, que seria o responsável por criar um auxílio emergencial no valor de R$ 300,00. O mesmo seria pago em 12 parcelas mensais até o final de 2021.

Essa proposta foi criada pelo deputado Sidney Leite do PSD-AM, ela complementa a Lei 13982/20, que foi a responsável por instituir o benefício em abril de 2020. Assim como também estabelece regras sobre o recebimento do auxílio emergencial.

O auxílio emergencial é capaz de ajudar a economia local

Essa nova proposta criaria alguns condicionantes para o pagamento do auxílio emergencial. Que dentre os mais relevantes seria que os municípios onde reside o beneficiário teriam que implementar medidas restritivas no comércio e na circulação de pessoas. O que acabaria gerando certa interrupção nas atividades econômicas locais.

O deputado Sidney Leite lembrou que o auxílio emergencial teve um grande impacto na economia do país. Causando um aumento de 2,5% do PIB (Produto Interno Bruto) em relação ao de 2019. Com isso ele espera que as cidades aceitem as restrições em troca de mais dinheiro ser injetado na sua comunidade local.

Sidney Leite também afirmou que o local onde o auxílio emergencial teve o melhor impacto foi nas regiões Norte e Nordeste. Pois, pode-se notar que em média o benefício representou um aumento no PIB de 4,8% para região Norte. E 6,5% para a região Nordeste.

Tendo essas informações, o deputado afirmou que o auxílio emergencial consegue trazer um impacto positivo bastante significativo para economia brasileira. Afinal, esse é um programa de transferência de renda direto para o povo, e não possui vinculação que atrapalhem a chegada dos recursos até as pessoas. Logo, isso gera efeitos positivos na nossa sociedade.

Existem muitos programas de transferência de renda, mas nem todos causam o mesmo impacto no PIB que o do auxílio emergencial. Como a transferência de renda é direta o dinheiro acaba sendo aplicada em diversos segmentos econômicos o que gera efeitos positivos na nossa economia prejudicada pela pandemia do novo coronavírus.

O que é o Caixa Tem?

Caso o novo auxílio emergencial de R$ 300 venha a ser aprovado é provável que o mesmo seja pago através do Caixa Tem. Por isso, é importante apresentar esse aplicativo para as pessoas que ainda não o conhecem.

O Caixa Tem é um novo aplicativo da Caixa Econômica Federal que foi criado em 2020 para que pudesse ser facilitado o pagamento do auxílio emergencial. Hoje em dia ele já vem sendo usado para pagar diversos serviços sociais ao brasileiro.

No entanto, ele não serve apenas para isso, ele conta com diversas ferramentas de transações bancárias. Ele está disponível para os usuários de Android e de iOS. Uma das ferramentas mais interessantes do app é um cartão de débito virtual que é gerado pelo próprio aplicativo e pode ser usado para realizar compras.

Pelo aplicativo você também consegue consultar seu saldo e extrato, além de fazer pagamentos e transferências. É válido ressaltar que existe um limite de valor para cada transferência que é de R$ 600,00. Também existe um limite diário que é de R$ 1.200,00.

O valor de R$ 600,00 possivelmente foi baseado no valor que seria pago de auxílio emergencial no ano passado. No mês a conta lhe permite movimentar somente R$ 5.000,00. Então é importante ter outra conta caso você movimente altos valores.

O novo auxílio emergencial de R$ 300 vai ser pago no Caixa Tem?

É esperado que caso o novo auxílio emergencial de R$ 300 venha a ser realmente pago. Que o mesmo seja depositado na conta dos usuários pelo Caixa Tem. Pois, foi assim que foi realizado o pagamento do benefício no ano passado. Afinal, como são milhões os beneficiados é preciso fazer um procedimento meio que padrão para não sobrecarregar os responsáveis.

No entanto, as contas do Caixa Tem são abertas automaticamente e de maneira gratuita para os beneficiários. Logo, não haverá grandes problemas para aquelas pessoas que irão receber o benefício. Só precisavam utilizar o aplicativo para transferir o valor.

Comentários estão fechados.