Dicas financeiras atualizadas

Precisando de empréstimo e Recebe Bolsa família? Conheça a novidade!

O programa Bolsa Família foi transformado em lei no ano de 2004 e unificou diversos programas sociais anteriores de renda. Sendo utilizado como um suporte a economia das famílias que possuem uma renda básica inferior ao aceitável. Ele permite que as pessoas recebam um valor para ajudar a fechar a conta no fim do mês. E como uma novidade, planejam agora lançar um empréstimo para quem ganha Bolsa Família.

Como muitos bancos não dão a opção de empréstimos às pessoas que possuem uma renda muito baixa, o governo começou a pensar em uma solução para isso. De permitir  um empréstimo para quem ganha Bolsa Família, então depois de muito debate, parece que finalmente esse projeto começou a andar para a frente para que seja finalmente tomada uma decisão.

Por isso, nesse texto iremos lhe explicar melhor como pode vir a funcionar esse empréstimo do governo para os beneficiários do Bolsa Família, se ele vai ou não ser aprovado. E mais, vamos lhe apresentar um programa que já existe feito pelo governo para fazer empréstimo para pessoas que possuem o Bolsa Família, tudo isso a seguir.

Quem ganha Bolsa Família pode pegar empréstimo?

O governo brasileiro em 2020, devido a pandemia, passou a avaliar a criação de novos projetos sociais que pudessem colaborar com aquelas pessoas que possuem uma baixa renda, isso inclui pessoas que recebem o Bolsa Família. Por isso, passou-se a ser avaliada a criação de um projeto que permitisse empréstimo para quem ganha Bolsa Família.

Pessoas de baixa renda possuem um alto nível de dificuldade para conseguir empréstimos em bancos, devido às condições que solicitam antes de aprovar empréstimo. Por isso, pode ser uma medida bastante benéfica a criação desse projeto. Uma vez que vai permitir que os beneficiários do Bolsa Família disponham de uma grana extra que será paga aos poucos.

De quanto será o empréstimo para quem recebe Bolsa Família?

Empréstimo para quem ganha Bolsa Família, por esse nome vem sendo conhecido o novo projeto do governo brasileiro, que vem tomando bastante mídia, devido ao movimento ousado dos nossos governantes. Devido ao impacto da pandemia, já foram criados benefícios para o povo, como auxílio emergencial. Mas, o governo promete não parar por aí.

Tendo como foco tentar ajudar os menos abastados, o empréstimo para quem ganha Bolsa Família, promete um valor de R$ 500,00 até R$ 1.000,00, liberados na forma de empréstimo. Tendo condições diferenciadas para se realizar o pagamento. O orçamento disponibilizado para o programa não deve superar o valor R$ 2 bilhões, o que pode fazer com que nem todas as pessoas consigam participar.

Empréstimo para que ganha Bolsa Família: como solicitar?

Basicamente, o novo projeto de empréstimo para quem ganha Bolsa Família ainda não foi aprovado, nem implementado, pelo governo, o que faz que ainda seja impossível solicitá-lo. Afinal, será necessário depois da aprovação que o presidente bata o martelo. No entanto, programas semelhante a esse já existem e são oferecidos pelo governo, mais à frente no texto iremos explicá-lo.

Pelo que vem sendo especulado pelo governo brasileiro, a Caixa Econômica Federal terá participação no pagamento desses valores de empréstimo. Então, acreditamos que quando o projeto for aprovado, a solicitação do valor acabará sendo feita na própria Caixa, uma vez que ela vem sendo bastante utilizada pelo governo para pagamentos dos seus benefícios.

Especialistas indicam para o alerta consciente dos valores

Muitos especialistas têm alertado o ministro da Cidadania, o senhor Onyx Lorezoni, que é o atual responsável por gerir o Bolsa Família sobre os perigos que a medida traz para os cofres brasileiros. Pois, existe a possibilidade desse crédito que será emprestado se tornar algo que apenas sirva para gastos imediatos, sem a utilização consciente do valor.

Eles afirmam que caso todas as pessoas que recebem o Bolsa Família tenham acesso ao crédito, sem possuírem uma espécie de educação financeira, tem uma grande possibilidade de ocorrer inadimplências, o que geraria problemas ao governo. Contudo, segundo estudos, a taxa de calotes relacionados a microcrédito como o valor que seria oferecido pelo governo é bem baixa.

Já existe algo parecido com empréstimo para quem ganha Bolsa Família

Algo que poucos sabem, pois não é muito veiculado pela imprensa, é que já existem programas de microcrédito oferecidos pelo governo.  Sendo oferecido pelo Ministério da Cidadania, para pessoas inscritas no Cadastro Único e o beneficiado pelo Bolsa Família, existe um acesso a microcrédito depois da realização de cursos gratuitos de capacitação, por meio do programa Progredir.

No entanto, esse programa oferecido pelo Ministério da Cidadania possui um nível de adesão tremendamente baixo, tanto aos cursos quanto ao microcrédito oferecido por ele. Isso se deve-se aos beneficiários não terem incentivos para se capacitar, e as instituições financeiras não receberem incentivos para oferecer os valores em forma de empréstimo. Uma vez que as pessoas não se qualificam, eles têm dúvidas quanto ao recebimento do valor.

Comentários estão fechados.