Dicas financeiras atualizadas

Veja quem pode receber PIS/Pasep dobrado em setembro

Existem alguns trabalhadores que têm direito a receber o abono salarial do PIS/Pasep de forma "dobrada" em setembro; veja quem.

Os pagamentos referentes ao abono salarial do PIS/Pasep continuam disponíveis durante 2022, mas algumas pessoas não foram avisadas. Isso foi o mesmo que aconteceu com a liberação do dinheiro em 2020, ficando uma grande quantidade do ano anterior sem ser sacada.

- Publicidade -

Quais valores do PIS/Pasep podem ser sacados e ainda estão parados nas contas dos brasileiros? Primeiramente existem os beneficiários que têm direito às cotas do abono salarial. Além deles, também existe o benefício pago de 2019 que continua sem ser sacado por muitos cidadãos.

Existem alguns trabalhadores que têm direito a receber o abono salarial do PIS/Pasep de forma "dobrada" em setembro; veja quem.
Existem alguns trabalhadores que têm direito a receber o abono salarial do PIS/Pasep de forma “dobrada” em setembro; veja quem – arquivo.

Cotas do PIS/Pasep

Alguns trabalhadores têm direito a sacar cotas antigas do PIS/Pasep. Esse valor é para profissionais que trabalharam com carteira assinada na iniciativa privada ou atuaram como servidores públicos entre 1971 e 1988.

- Publicidade -

Há pouco tempo a DPU (Defensoria Pública da União) direcionou um ofício à Caixa Econômica Federal requerendo que fosse ampliada a divulgação sobre a possibilidade de saque do dinheiro.

Levando em conta que a Caixa possui o nome e o CPF dos beneficiários, a DPU solicita que que o banco notifique pessoalmente todos as pessoas que têm direito ao benefício.

De acordo com a DPU, existem aproximadamente R$ 23,7 bilhões de cotas do PIS Pasep paradas porque as pessoas não sabem que têm direito ao saque.

Veja também: Cartão Caixa para MEI: conheça 5 opções para solicitar agora

- Publicidade -

Valores não sacados podem ser considerados com abandonados

Destaca-se que se os valores relativos às cotas do PIS Pasep não forem sacadas em até cinco anos, serão considerados “abandonados”, passando a ser de propriedade da União.

O PIS é de responsabilidade da Caixa Econômica Federal e somente ela poderá liberar os valores para os trabalhadores com carteira assinada.

O Pasep é de responsabilidade do Banco do Brasil, sendo ele o responsável para liberar os valores para os servidores públicos. Porém, a Caixa Econômica Federal ficou responsável por distribuir as cotas do PIS Pasep para trabalhadores do setor privado e também para os servidores públicos. O Fundo PIS/Pasep foi extinto e seus recursos foram transferidos para o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

- Publicidade -

Valores do PIS/Pasep de 2019

Além das cotas do PIS/Pasep, existem trabalhadores que simplesmente não sacaram o dinheiro devido em 2020, referente ao ano-base 2019. Estima-se que 320 mil pessoas deixaram os valores parados na conta.

Confira quem pode sacar o benefício:

  • Pessoas com cadastro ativo no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos em 2019;
  • Quem recebeu uma remuneração média mensal de até dois salários mínimos em 2019;
  • Pessoas que tenham trabalhado para empresas por pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, em 2019;
  • Também é preciso estar com os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou eSocial.

Como verificar se existe dinheiro parado na conta

Para consultar a existência de valores do PIS/Pasep é preciso acessar o aplicativo do FGTS (disponível para Android e iOS). Também é possível realizar a consulta em qualquer agência da Caixa portando um documento de identificação.

Se for preciso solicitar a reemissão do abono de 2019, vá a uma agência do Ministério do Trabalho e Previdência ou ligue para o telefone 158. Também dá para fazer a solicitação por e-mail: trabalho.uf@economia.gov.br (troque a sigla “uf” do e-mail pela sigla do seu estado, como “sp”, “rj”, “mg” etc.).

Veja também: Auxílio Brasil vai acabar em janeiro ou valor será de R$ 405,21? Entenda

Comentários estão fechados.